SOBRE

Já dizia o Doctor que nós somos diferentes pessoas ao longo da nossa vida, e tudo bem com isso, desde que não esqueçamos de quem fomos um dia, e de quem somos agora. Porque, no fim, todo mundo é uma história, feita de várias histórias. E é isso que eu vou compartilhar aqui, nesse novo espaço que abriga o meu novo eu: histórias, momentos e, também, sonhos. 

Porque, esqueça aquela coisa de que nós somos compostos, em grande maioria, de água. Nossa composição é quase que completamente de sonhos. São eles que guiam a nossa jornada, ou ao menos deveria ser assim. E eu sei, Amélie também já dizia, são tempos difíceis para os sonhadores, mas isso não significa que tenhamos que parar de sonhar. E muito menos de tentar. 

O nome desse blog nasceu dessa ideia de que sonhos foram feitos para serem realizados. Então que sonhalizemos todos nós. Cada um no seu tempo, cada um a seu modo. 

The one who dream
Oi, eu sou a Cecília. Obrigada por me visitar. Puxe uma cadeira, sinta-se em casa. 

Para quem não me conhece, eu vou me apresentar. Tentarei ser breve, mas provavelmente irei falhar nessa missão. Para começo de conversa, eu sempre falo demais. Principalmente se o assunto for algo pelo qual eu sou apaixonada, como teatro - e o teatro musical, mais especificamente -, minhas viagens ou algum dos meus filhinhos de séries e filmes preferidos. E, se tratando de qualquer um desses tópicos, eu tendo à repetição quase sempre. Faz parte. 

Para resumir, eu sou aquela que sonha. Muito. O tempo todo. Aquela que acredita na Arte com todo o seu coração, porque já provou dos benefícios dela, seja através da música ou do teatro ou da escrita ou do cinema ou das histórias que existem por trás dos quadros nos museus. Devo acrescentar que eu também sou a louca dos museus. 

Mas, voltando às histórias. Eu gosto delas. De todas elas. As felizes, principalmente, mas das tristes também. Eu costumo dizer que coleciono histórias. As minhas, as dos meus personagens preferidos, as que eu rabisco no caderninho ou no computador de vez em quando, as dos meus ídolos. Sabe o que todas elas têm em comum? Os sonhos. Os que foram realizados ou os que ficaram à espera. 

Ok, vocês já perceberam que eu perdi o foco. Acontece. É inevitável. Mas fica por aqui, volte sempre, e a gente vai se conhecendo aos pouquinhos, à medida em que compartilhamos sonhos e histórias.