A internet nos fez covardes

maio 23, 2017

o post a seguir é meio off topic, mas achei válida a discussão


Numa conversa entre amigos sobre internet, privacidade e violação de direitos - às vezes sai umas conversas bem sérias assim mesmo - eu me vi refletindo sobre o anonimato que a internet nos proporciona. A conclusão que cheguei? A internet nos fez covardes.

Sabe aquelas páginas que postam reclamações e declarações para os outros, bem comuns no universo acadêmico? É um disfarce bem ruim para falar da vida alheia, gerar aquelas fofocas que vão aumentando e aumentando a história em uma brincadeira de telefone sem fio que quase sempre acaba mal.

Parei para pensar na pouca (ou quase nula) funcionalidade disso, principalmente quando se trata de , vamos chamar de "declarações". O fulano ta interessado na beltrana de saia florida e blusa branca que ele viu quinta feira na cantina do setor x, então a noite, quando ele chega em casa, ele manda uma mensagem para o administrador de uma dessas páginas de "segredos" da universidade para que o pessoal, numa ação de solidariedade, o ajude a chegar na menina da cantina. Mas, espera, ele não se identificou! De repente a moça da saia florida tem um admirador secreto! E pode ser que ela realmente esteja interessada no fulano, mas como ela vai saber quem ele é? Pois bem, a internet nos fez covardes, porque é mais fácil se declarar pra alguém na frente de todo mundo ao mesmo tempo em que ninguém - incluindo o alvo da sua mensagem - sabe quem é você. Chega a ser irônico. Porque assim o fulano não vai conseguir conquistar a beltrana, ele sequer vai conseguir a chance de uma conversa com ela. Porque, vou repetir, ela não sabe quem ele é!!

Mas então temos outra hipótese. A beltrana tem um namorado! Ela não está interessada em conhecer o fulano nem ninguém. Mas o fulano continua a insistir - anonimamente, é claro -. Outros rapazes - e moças também, por que não? - aproveitam a deixa. A beltrana passa a ficar incomodada, o namorado dela também. Mas aparentemente não há muito a ser feito, porque ninguém sabe de quem se trata e o administrador da página está apenas fazendo o seu serviço, não é?

Até onde vai a liberdade individual? Aonde foi parar o conceito de privacidade?

O mesmo argumento vale para brigas e ataques. E, às vezes, nesses casos, nem se utilizam muito do anonimato. O nome ta lá, exposto, mas a cara não foi colocada à tapa, ta segura atrás de um computador. E de repente é fácil atacar o outro que tem opinião diferente da sua ou que pisou no seu pé sem querer na faculdade ou que fumou na área externa mas você se sentiu incomodado mesmo assim porque o que o outro faz claramente lhe diz respeito. A internet nos fez covardes porque a gente se esconde atrás dela.


Até para fazer um elogio a gente tem preferido fazer anonimamente pela internet, porque aparentemente é mais divertido brincar nessas correntes que se espalham pela rede do que se expor para o outro, se abrir. De repente se tornou perigoso destrancar a porta e abrir a janela, mesmo que seja para fazer o bem.

Então, a internet nos fez covardes.

You Might Also Like

0 comentários